Menu

Menos Mimimi e Mais Respeito

sábado, 13 de junho de 2015
Mimimi : expressão utilizada para determinar reclamação sem sentido, frescurites, critica sem fundamento.
E foi com o slogan #semmimimi que a Publicis fez a campanha de um medicamento indicado para cólicas menstruais e  dores de cabeça. Voltado para o publico feminino. Duas coisas ficam claras com essa campanha: primeiro não tem mulheres trabalhando no planejamento e criação da agência e segundo, o setor de pesquisas da agência precisa ser melhorado.
Imagem retirada do Facebook da Marca 

Claro que a campanha não durou uma semana.
Se o intuito era dizer às mulheres que elas não precisam abrir mão de nada por causa da dor e que podem contar com Novalfem , O tiro saiu pela culatra e a mensagem passada foi; Mulheres, parem de reclamação sem sentido, cólica nem é uma dor, se tiverem uma dor de verdade o Novalfem taí pra isso.  Só abrindo um parentese, quem raios escolhe esses nomes de remédio, porque eu achava que Novalgina já era ruim, aí vem o Novalfem, e os nomes nem tem nada a ver com os compostos químicos, fecha parentese.
Quanto mais a empresa tentou explicar mais a situação piorou. Teve até uma parte onde eles disseram que mulheres inteligentes entenderam  o propósito da campanha. Oi? Definam inteligente, por favor!
Sim, porque quem distorce o sentido de uma palavra, distorce o sentido até de inteligência e deve até ter acreditado que a campanha foi muito inteligente.
Passado a revolta da propaganda desrespeitosa, fica a pergunta se é essa a imagem que os homens ou seja lá quem for tem das mulheres, que estão de mimimi quando reclamam de cólicas. Será que o mundo inteiro é assim?
Partindo do principio de que homens nascem das mulheres, são criados e educados por mulheres, salvo raras exceções, a culpa é das mulheres deixar que homens pensem assim. Em algum ponto nós mulheres estamos errando na criação de nossos filhos e isso precisa ser revisto.
Achei digna a atitude da marca em tirar o comercial do ar, não precisa ser muito inteligente para saber que uma campanha dessas envolve muito dinheiro e ter que repensar tudo a essa altura é uma grande mão de obra. É como trocar pneus com o carro andando.
Seja lá o que eles forem criar agora precisa ter muita sensibilidade para reconquistar as mulheres e mostrarem que tudo não passou de um grande engano, da parte deles, claro!
Já imaginou se uma empresa de medicamentos lança uma campanha com o slogan: Deixe de ser brocha! E ainda justificar dizendo que é uma brincadeira, que é pra descontrair, que é uma releitura da palavra brocha.
Acredito que além das pesquisas, da intenção de viralizar, de criar algo inesquecível, é preciso se colocar na posição do cliente e se houver duvidas quanto ao respeito ou eficácia da mensagem, melhor não arriscar.
Fica a lição de nunca tentar diminuir a dor do outro.
 

1 Comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.