Menu

1° Festival de Doces da Paulista

sábado, 30 de maio de 2015 Nenhum comentário
Depois de tantos anos enchendo a time line dos amigos de doces, bolos e chocolates, ao verem os anúncios dos Primeiro Festival de Doces da Paulista, todos resolveram me marcar e me convidar, não tive como recusar, mesmo sabendo que não podia chegar nem perto dos chocolates eu aceitei o convite/desafio de sobreviver num festival de doces sem colocar chocolate na boca.
primeiro festival de doces da Paulista

Fui com a Rebecca do blog Minha Marmita Tem  que já me convidou para produzir uma marmita de sobremesa, inspiração não faltou no evento de hoje. E isso que é bacana, além de comer doces diferentes, que eu não precisei fazer e nem terei louça pra lavar, voltamos para casa super inspiradas.
Eu achei que fosse comer muito mais, mas sabe como é, doces não cabem muitos, e apesar de ter salgados por lá, o lugar começou a lotar e o acesso ficou dificil.
Lugar lotado é bom e é ruim, ruim porque eu ficaria mais tempo e comeria mais se não estivesse tão cheio, até sem lugares para sentar, bom porque é um evento que tem futuro, talvez mais dias, ou num local maior, a estrutura do local é ótima, mas menos das metades dos stands eram de doces, o restante de artesanato. Talvez menos standes de artesanato, mais de doces e mais mesas, espaço para filas organizadas, mais conforto para o cliente. Público tem!
Dica para quem quer ir amanhã: chegue cedo!
Assim você consegue experimentar e  fotografar de tudo um pouco.
Por mim esse festival continuaria a semana toda, já imaginou um shopping dos doces?
Amanhã depois do trabalho talvez eu passe lá experimentar mais alguns doces.



Hoje experimentei macarons, strudel, bolo cítrico, brigadeiro de churros, doce de cupuaçu, bolo de baunilha no potinho! Todos os doces eu dividi com a Rebecca para poder experimentar uma variedade maior, ou certeza que já estaria em coma diabético antes da terceira porção.
Fiquei com vontade de experimentar a lasanha de brigadeiros com morango, essa só na próxima edição de 2016.
Macaron de Pistache (Maravilhoso!)


Bolo Cítrico da Sweet Pop, com recheio de cream cheese, montado na hora
Divino! 
Strudel de Maçã e Canela, só faltou o creme, que Hans Landa não nos veja! 

Bolo de baunilha com brigadeiro branco e cobertura de doce de leite da Cake by You 
Serviço
1o Festival de Doces de São Paulo
Entrada franca
Data: 30 e 31 de maio
Horário: das 10h às 21h
Local: Club Homs
Endereço: Avenida Paulista, 735 - a cinco minutos do Metrô Brigadeiro
Estacionamento: É possível estacionar tanto no Club Homs, como em outros locais na Av. Paulista, nas transversais e paralelas.

Ficou com vontade? 
Amanhã ainda dá tempo de passar por lá e experimentar! 

10 Coisas Que Aprendi Com Better Call Saul

sexta-feira, 29 de maio de 2015 Nenhum comentário
Terminei de assistir a série já repassei toda a história na minha cabeça várias vezes, sempre tirando lições de vida.
É impossível não perceber toda humanidade dos personagens, todos cheios de qualidades e defeitos, nada de super poderes, de grandes truques, apenas pessoas focadas fazendo o que sabem fazer de melhor, viver.
Não é dificil se identificar com os personagens nem mesmo absolvê-los dos seus crimes, basta um pouco de empatia. Toda a hipocrisia  a que estamos acostumados é varrida para longe ao assistirmos a  série e assim co como em Braking Bad, torcemos sim para o bandido que também é o mocinho!

Não vou entrar em detalhes sobre a série porque eu sei que falo demais e não quero soltar spoilers, já basta os que me escorregam nas redes sociais.


E não foi só não deixar spoilers que eu aprendi com Better Call Saul, tirei muitas lições, me identifiquei e compartilho aqui minha humilde lista de aprendizado:

  1. Seja qual for sua profissão é sempre bom ter um plano B, como saber fazer Cinnamons Rolls, por exemplo. Eu já compartilhei a receita aqui no blog, se eu fosse você já começaria a treinar. 
  2. Saber argumentar é fundamental para salvar sua vida e de outras pessoas. 
  3. As pessoas nunca querem ficar longe de suas casas.
  4. Quando as oportunidades não aparecem é você quem tem que cria-las!
  5. Propaganda é a alma do negócio! ( essa é velha, é clichê, mas é a pura verdade, palavra de publicitária) 
  6. Você pode mudar de opinião, mesmo que aos 45 do segundo tempo. 
  7. A melhor arma que você pode ter é a informação. 
  8. Você pode ser quem você acredita que é, só basta acreditar. 
  9. Fazer o certo não significa que você está certo.
  10. Seu verdadeiro inimigo está mais perto do que imagina, as vezes até disfarçado de amigo ou de família, dessa parte eu entendo. 

  Agora só me resta terminar de assistir todas as outras séries que não são poucas e esperar que a segunda temporada de Better Caul Saul seja ainda melhor que a primeira e cheia de aprendizados!

Dia Mundial Do Hambúrguer

quinta-feira, 28 de maio de 2015 Nenhum comentário
No dia 28 de maio é comemorado o dia mundial do hambúrguer, eu confesso que fiquei sabendo há pouco tempo dessa data e mesmo assim já agendei fazer meu lanchinho de comemoração.
Claro que não poderia ser um hambúrguer qualquer e nem queria nada gourmet, teria que ser algo gostoso e fora do convencional.

Como a grana tá curta, mais que o normal, já são quase 6 meses desempregada, e a carne vermelha está muito cara, quase 30 reais o quilo, fui de hamburguer de pernil, que além de me custar 8 reais o quilo é unanimidade por aqui. Para o pão eu não tinha muita opção, não tem padarias boas aqui perto de casa e só me sobrou a boa e velha broa de milho, um pão fofinho, redondo, grandão e com sabor levemente adocicado pra compor o contraste agridoce do prato.

Hambúrguer de Pernil 

Usei receitas simples que fui pegando pela internet, tudo sem complicação.
Nesse hamburguer master, blaster, ultra saboroso eu usei:

  • 1 broa de milho 
  • 2 hambúrgueres de 500 gramas de pernil (pernil moído, cebola, alho, sal e pimenta)
  • Molho de iogurte e hortelã da Castelo
  • Folhas de alface lisa
  • Maionese de alho ( maionese com creme de leite, alho e pimenta)
  • Geleia de cebola roxa ( cebola roxa refogada no azeite, com vinagre balsâmico e vinho tinto)
  • Queijo Gorgonzola que derreti com um pouco de creme de leite. 



Claro que comida pouca é bobagem e fiz batatas doce rústicas para acompanhar. Só descascar as batatas, regar com azeite, polvilhar sal grosso e pimenta do reino moída na hora. Leve ao forno por 40 minutos, virando na metade do tempo.
Acerte o sal antes de servir.

Achei que faltou batizar o lanche, não sei se escolho o nome de uma música do AC/DC ou um filme do Tarantino. Aceito sugestões!

Dividimos em 4 partes e foi muito mais que uma refeição, foi uma experiência!




Home Office

quarta-feira, 27 de maio de 2015 Nenhum comentário
Desde que eu descobri a possibilidade de trabalhar em casa eu venho sonhando com um cantinho só meu para me concentrar e produzir milhões de posts, já cheguei inclusive atribuir a culpa da minha falta de criatividade a falta desse canto.
Quando quero me inspirar, corro para o Pinterest e passo horas por lá sonhando e idealizando meu futuro home office, minha futura cozinha, meu futuro quarto... E trabalhar que é bom, nada!
Criei até um painel chamado Apertamento Alugado  para reunir todas as minhas inspirações "fazíveis" nessa minha vida nômade.
Há pouco tempo aproveitei uma promoção e comprei várias luminárias, encomendei quadrinhos da China, ganhei alguns posteres, organizei prateleiras, mas até agora juntar tudo e fazer ficar bacana está dificil.

Começando pela mesa que mandei instalar, no dia fiz o teste e ficou ótimo, mas assim que o montador saiu percebi que estava alto demais. Como as paredes aqui são quase impossíveis de furar e a furadeira da casa mal fura isopor, estou com o projeto do Home Office parado.
Continuo sonhando por tempo indeterminado.
Quem quiser se inspirar e sonhar junto me segue lá! Tem até um painel de inspirações para o blog.

 Tem para todos os gostos. Bem colorido ou super clean.





E aí, gostou de algum?
Como é seu home office dos sonhos?
Assim que eu conseguir arrumar o meu eu volto pra contar, se um dia eu conseguir antes de ter que mudar outra vez!

Cervejas e Mulheres

terça-feira, 26 de maio de 2015 1 Comentário
No incio deste ano, houve uma grande repercussão sobre os comercias da cerveja Itaipava, sendo considerado um comercial machista, com muito apelo sexual e todo blá blá blá que envolve o assunto. Inclusive alguns comerciais foram retirados pelo Conar e sua exibição ficou restrita ao publico +18 do Youtube.
Eu, aluna de publicidade, mulher de quase 40 anos, consumidora assídua de cerveja, me senti agredida com as chamadas, e olha que não sou de mimimi e sempre entendo a pegada das propagandas assim como suas ironias.
Levantei várias hipóteses para minimizar os erros da campanha, mas não tive como defender, é muito ruim, conversei com várias pessoas e pelo que entendi nem os homens gostaram muito e a cerveja que já não é grande coisa ficou com a imagem abalada.
Como tudo que é ruim sempre pode piorar, a cerveja tentando alongar a péssima campanha resolveu fazer uma brincadeira no twitter e deixou uma resposta automática para todos que publicavam a #ficaverão, tanto fazia se era uma critica, uma receita de bolo, o resultado do futebol, a resposta era a mesma.
propaganda itaipava


Agora deve ter gente falando que só não gosta da propaganda as mulheres invejosas, ciumentas que tem medo de perder o marido. Não é bem assim!
Os comerciais não estavam vendendo apenas cerveja, ou um status para quem bebe a tal cerveja. Estava vendendo um padrão de beleza, a ideia de que não importa seu relacionamento, sempre vai ter alguém mais gostosa que você e vai ferrar com tudo, que a mulher tem que se acostumar que homem não vale nada, mas é o homem quem manda e compra cerveja e ele vai mesmo continuar bebendo, sendo um escroto e a mulher que quiser que se sujeite a ser um pouco pior que ele.
A marca errou feio. Eu já não concordo com mulheres em propagandas de cervejas, como se dissesse, compre uma cerveja e leve uma mulher bonita. Como se a cerveja melhorasse a vidinha medíocre que você leva em casa com sua mulher.
Até porque mulher também consome cerveja e consome muita cerveja.
Cadê comercial de cerveja para mulheres?
E nem me venha com homens gostosões banhados em óleo só de sunga, servindo mulheres num clube de stripper masculino. E mulheres colocando dinheiro na sunguinha deles e dizendo: Ohh lá em casa!
Há algum tempo venho prestando atenção nas propagandas de cerveja e poucas se salvam e ainda assim não visam o publico feminino.
O combo cerveja estupidamente gelada e mulher gostosa quase pelada não cola mais. E nem adianta inverter os papeis.
A mulher não bebe tanto quanto o homem, mas bebe e vai ao mercado muito mais vezes que os homens e pode sim ser impactada pela marca. Eu hoje não compro Itaipava nem que seja a ultima cerveja do mercado.
opne your word

Tenho gostado muito das propagandas da Heineken que embora não sejam voltadas para o publico feminino já encontraram uma forma de vender o produto com inteligência e bom humor.Sem contar que a cerveja é totalmente excelente, minha preferida. Produzir uma propaganda de qualidade só reforça a identidade da marca.
Assim como a Kaiser, marca adquirida pela Heineken que partiu para uma outra linha de comerciais que mostra o homem como ele é, com seus defeitos e seus instintos.


Ainda que um movimento tímido, é um nicho bem pouco explorado  que pode render muito para as marcas que apostarem na igualdade, ou inclusão feminina para vender cervejas.
Existem várias formas de impactar, dizer que seu produto é bom, sem ter que transformar a mulher em objetos, sem diminuir as mulheres.
Invente alguma coisa, diga que sua cerveja combina com comida de buteco, que é boa pra acompanhar o futebol, o churrasco com a família, para cozinhar, porque não?

*Esse é um post que reflete a minha opinião pessoal sobre as marcas e não tem nenhum tipo de patrocínio.


Cinnamon Rolls - Better Call Saul

segunda-feira, 25 de maio de 2015 4 comentários
Claro que a primeira receita/dica do blog não poderia ser outra. Depois de muitos anos resistindo as séries e jurando juradinho que só iria assistir filmes por toda a minha vida, venho por meio deste post me redimir e dizer que já finalizei algumas séries no ultimo ano.
Não sei quem teve a ideia do Netflix, mas mesmo com muita coisa pra melhorar, até agora só vi vantagens: valor que dá pra pagar sem ter que penhorar um órgão por mês, muitas opções de séries, os filmes não demoram muito pra aparecerem por lá. Só a gente fazer mais alguma coisa da vida que tem sempre novidades. Eu vejo toda semana, queria até brincar de uma série por dia e um filme no sábado, mas por motivos de tem faculdade pra ir e não tá fácil aprender usar câmeras, programas de edição de imagem e vídeos, e ainda ser original e criativo, tudo no mesmo dia, só assisto mesmo quando não tem nada para entregar no dia seguinte, além do que, gosto de esperar a temporada terminar para começar a assistir, sou dessas que sofre entre um episódio e outro e só levanta do sofá quando já está travada, depois de 3 episódios na sequencia.
No momento estou assistindo Mad Men, Game Of Thrones e Better Call Saul, série que se originou de Braking Bad, que eu gostei tanto, mas tanto, que assisti tudo em 3 meses, todas as temporadas em 90 dias.
Rolinhos de Canela

Better Call Saul, série que deu origem a esse blog começou no inicio desse ano, o primeiro episódio foi ao ar em 8 de fevereiro de 2015, uma temporada curta com apenas 10 episódios por temporada ( normal, eu que sou carente), de autoria de Vince Gilligan e Peter Gould, os mesmos de Braking Bad.
Estou no começo ainda, terceiro episódio, mas já me identifiquei com ele, principalmente na fase antes de se tornar Saul Goodman, pobre, cheio de dividas, sabendo que sabe trabalhar mas o universo não tá colaborando, espero que as coisas mudem pra mim de forma menos complicada do que pra ele. A vida nem sempre imita a arte!
Mas você deve estar se perguntando que raios os rolinhos de canela tem a ver com a série e com o blog?

Logo no começo, a série mostra o advogado trabalhando numa franquia de cinnamon rolls, a Cinnabon que ofereceu rolinhos grátis aos clientes durante a exibição do primeiro episódio da série, claro que eu não posso ver nada de comer que já fico com vontade ( nada bom de comer, porque eu nunca fiquei com vontade de jiló), fui pesquisar a receita encontrei várias, juntei 3 e saiu essa. Muito melhor que as primeiras que fiz há alguns anos, simplesmente o melhor cinnamon roll do universo.
Os ingredientes são simples e baratos, o modo de fazer parece complicado, mas é bem simples, enquanto a massa cresce da para assistir sua série preferida. Recomendo fazer de final de semana, você faz, assiste, faz, assiste, come e assiste mais um pouco, no outro dia vai correr no parque, desde quando amanhecer o dia até a hora do almoço, porque convenhamos, não vai ser fácil se livrar de todos esses rolinhos.
cinnamon rolls

Pode anotar a receita no caderno oficial da família, porque você vai querer fazer sempre!

Cinnamon Rolls- Ingredientes


  • Massa: 
  • 10g de fermento biológico seco 
  • 1 xícara de leite morno 
  • 60g de açúcar 
  • 60g de manteiga derretida 
  • 400g de farinha de trigo 
  • 1 ovo 
  • Recheio 
  • 100g manteiga 
  • 150g de açúcar
  • 4 colheres de chá de canela em pó 
  • Cobertura 
  • 130g de creamcheese 
  • 30g de manteiga 
  • 150g de açúcar de confeiteiro
Modo de Preparo:
Faça uma mistura com o leite, o fermento e o açúcar e deixe crescer por 15 minutos.
Adicione os demais ingredientes da massa na tigela da batedeira e bata tudo por 5 minutos usando o garfo de massas pesadas. 
Mude a massa para uma tigela grande untada e deixe crescer por uma hora e meia.
Abra a massa sobre uma superfície enfarinhada e espalhe o recheio. 
Gosto de misturar tudo previamente para depois espalhar mas pode ser usado como camadas, começando pela manteiga. 
rolinhos de canela

Sobre a massa aberta na mesa espalhe a manteiga, polvilhe açúcar e depois a canela.
Enrole como um rocambole e corte em discos de mais ou menos dois dedos cada. 
Acomode em formas forradas com papel manteiga deixando um bom espaço entre os rolinhos para que eles cresçam bem. 
Deixe crescer até dobrar de volume, mais ou menos 40 minutos. 
Asse em forno médio alto. 
Bata na batedeira os ingredientes da cobertura e espalhe sobre os rolinhos. 
rolinhos de canela do saul goodman

Se jogue no sofá com um prato de rolinhos de canela e sua série preferida! 


*Esse é um post que reflete a minha opinião pessoal sobre as marcas e não tem nenhum tipo de patrocínio.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.